Em 2017, quando resolvi parar a vida pra pensar, não foi casualidade escolher 2018 pra fazer isso. Sabia que as redes ficariam super tóxicas e que provavelmente podia passar sem o stress de ver amigos brigando. Daí fiz um exercício de apenas acompanhar – depois de editar completamente minha timeline e deixar praticamente só veiculos de comunicação e pouquissimas pessoas. No final de dezembro de 2017 finalmente pude apagar meu perfil e minhas páginas do Facebook. Eu já não usava desde janeiro de 2014, mas continuei pra manter as páginas do Petiscos, então desse calvário me livrei de cara. O Instagram uso muito pouco, mais pra conversar com amigas e amigos que me mandam mensagens diretas e durante o ano passado fiz um punhadinho mínimo de publicações. Youtube só uso mesmo pra ver trailers de filmes e aprender como fazer coisas que não sei.  Já o Twitter gosto pra ler notícias. Sabendo disso, como disse, depois da faxina passei a usar bem menos pra ler notícias e fiz um ótimo exercício de apenas ler e não opinar. Não reagir. Usei muito bem a ferramenta de guardar links pra ler depois, respondi uma ou outra pergunta de seguidores por lá e pronto. Recomendo o exercício para todos. Depois de pouquissimo tempo a gente entra no automático e simplesmente lê. Raramente abro um fio no Twitter pra saber o que o povo tá comentando. Recomendo também. O silêncio é ótimo e evita a fadiga.  No fim do ano mantive meus amigos intactos, acompanhei altos e baixos do ano do mesmo jeito, mas não enlouqueci. Não acho que a gente precise fazer isso o tempo todo mas é bem útil pensar “será mesmo que preciso comentar tudo?”. Conta até dez e deixa passar umas dezenove de cada vinte vezes que a gente fica com vontade de falar.  Mas não é pra confundir isso com alienação. É apenas um exercício de preservar a tranquilidade. 😉

51 Comentários

  1. Exercitar o silêncio será minha meta.
    Que bom que você voltou!
    Vem com tudo #lindosporos (mas vem no seu tempo ☺️).

      • Amei essa ideia! Podia ser um podcast com as leitoras! Meio q na vibe de conversar com pessoas reais, q é a proposta da sallve.

    • Simmm!!!
      Adorava o Petit comitê. Eu gosto mt da forma como a Julia se comunica e do jeito inteligente q passa a opinião dela p vários assuntos.. seria um ótimo podcast

    • Achei essa ideia do podcast maravilhosa!! O petit comitê era ótimo, volta com ele, soltando os conteúdos pouco a pouco, sem pressa, porque acredito que todos estamos cansados desse avalanche de informações.
      Bom retorno as redes. <3

  2. Segui seu conselho e foi a melhor coisa que fiz, evitei um estresse desnecessário e mantive as amizades (mesmo com as correntes e notícias absurdas do whatsapp)!! Mudou boa parte do meu jeito de pensa! 🙂

  3. Necessário né! Mas que bom que voltou, vc é inspiradora e faz falta nessa internet louca…kkkkkk
    Seja bem vinda!

  4. Mariane Colantuono Responder

    Há uns 4 anos fiquei meses sem utilizar o Facebook (pra mim a rede social mais tóxica), depois de passar por uma fase complicada de decepção com pessoas que confiava. Me fez um bem danado, e hoje acabo usando bem pouco. Instagram pra mim é complicado deixar de usar pois é um instrumento de trabalho. Mas vamos caminhando, mesmo que a passos lentos.

  5. Que saudade que estava de vc, ruiva! Sua sensatez e bom gosto fizeram muita falta no último ano, porém te entendo e admirei muito a sua posição! Realmente é fundamental se desvencilhar desse lado tóxido das redes de vez em quando. Parabéns pela Sallve! Estou muito ansiosa para testar os produtos. Seja bem-vinda de novo! <3

  6. Era dessa sabedoria que estávamos sentindo falta…
    Sua atitude me deu um start, pra parar e pensar no quanto estou consumindo (conteúdo, informação e cia bela) e no ritmo de vida que levo, fiz e ainda estou fazendo ajustes.
    Parabéns pela iniciativa de falar, postar e opinar quando lhe der vontade, e não pq esperam sua opinião.

  7. Você foi a primeira influencer que comecei a seguir e na época nem tinha esse nome, era blogueira… Você e a Vic, na verdade. Estava vivendo uma das fases mais difíceis da minha vida, o falecimento do meu pai, 10 anos atrás. E tiveram outras tantas que comecei a seguir mas parei logo em seguida, mas vocês duas não. E mesmo quando você falou sobre o sabático, não deixei de te ter no meu instagram., tinha esperanças de te ver falando sobre os cabelos com o novo corte que finalmente tinha ficado parecido com o meu (rsrsrsrsrsrs)… Te entendo super bem, o Facebook eu já quase não uso ha muito tempo. Só mantenho o meu perfil por causa do meu negócio. Não tenho Twitter e não pretendo ter. E o instagram estou fazendo um exercício de ter tempo marcado e horário definido para acessar. Tipo criança mesmo. Com isso, voltei a ler e a assistir filmes sem perder nenhum pedacinho. Estou feliz pela Sallve, muito sucesso!

  8. Isabella Porto de Oliveira Responder

    Muito ansiosa pela Sallve e muito feliz de ter descoberto essa mulher maravilhosa e aguardado seu retorno <3

  9. Mariana Chieregato Pedro Responder

    Realmente é muito importante diminuir o ritmo de consumo de informação que estamos tendo na atualidade. Gera muita ansiedade, muita confusão, e por incrível que pareça muitas vezes gera uma uma forma muito ruim se obter informação sem filtro e critério nenhum. Isso sem falar da loucura das redes sociais. Não acho que precisa ser radical e ir morar na caverna hahahah, mas ter a consciência do mundo que vive e tomar cuidado pra não ficar louca já é bom. Acho que fez muito bem, quero fazer isso um tempo mais pra frente.

  10. Julia, muito feliz em te ter de volta.
    Tenho pensado muito sobre essa toxidade das redes sociais.
    Sem perceber, me deixei afetar por esse “mundo perfeito” das redes.
    Hoje tenho consciência disso. Mas é difícil me livrar da cobrança que tenho comigo.
    O mais louco foi me dar conta de que minha autoestima estava abaixo de 0, não me olhava mais no espelho, não usava mais maquiagem, me abandonei. Porque achava que nunca alcançaria aquela perfeição, então nem tentaria. Louco, né?

  11. Ah que maravilha te ver de volta!!
    E o silêncio fortalece e escancara a nossa lucidez. Amo muito e pratico cada dia mais também.
    Muito boa sorte com o blog novo e a Sallve.

    Beijão.

    PS: Te admiro pra caramba.

  12. Júlia,

    Eu quase não entro mais mas redes sociais, mas confesso que ainda gosto do Instagram e do Pinterest. Mas fiz esse mesmo exercício de dar uma limpada em quem eu sigo. Senti muito sua falta!
    Seja bem vinda de volta

  13. Certamente Júlia.
    Tudo é um exercício. Confesso que tenho praticado bastante, mas … já escorreguei…rsrsrs
    mas sigo praticando e hoje uso basicamente o Insta para colocar coisas fofas e sem entrar em polêmicas.
    para ser bem sincera, cortei até a TV – aberta e a cabo. Disso não sinto falta alguma.
    😀

  14. Oi, Julia!
    Cada vez mais me convenço da importância de termos sabedoria ao usar as redes. É algo ainda novo para nós e vejo como um processo de aprendizagem que exige muita observação, principalmente, de si mesmo.
    Você criou algum novo hábito no seu período sabático?
    Beijos e bem vinda de volta.

  15. Olaaaa!!
    Que boas novas!
    Estou super animada com a sua volta. Eu sabia, que uma mulher plural como você, não voltaria de um ano sabático sem ter o que falar.
    Bem vinda, Júlia!
    Bem vinda, Sallve!

  16. Fernanda Edwirges Responder

    É a minha principal meta pra esse ano. Principalmente em relação ao Facebook que está me fazendo mal! Muito feliz com sua volta Julia! Bjs

  17. Que alegria te ver de volta! Você foi uma super amiga em um período mega difícil da minha vida, estava fazendo um transplante de medula, sem poder ver meus filhos, sem um pelo no corpo, cinza, inchada de tanta cortisona…. sem saber se iria sobreviver, assistir seus vídeos me tirava um pouquinho desse medo sufocante! A sensação que tenho é de reencontrar uma amiga. Que seu retorno seja maravilhoso e que seu trabalho ajude de algumas maneiras muitas pessoas

  18. Tentei fazer isso durante as eleições e ainda faço um pouco hoje em dia. Apenas observo, respiro fundo e conto até 10!
    Muito feliz que você voltou, sempre tive você como uma das minhas inspirações máxima <3

  19. Sinara Travisani Responder

    Julia! Que ótimo seu retorno. De verdade, senti muita falta.
    Sou farmacêutica, tenho questões com minha pele desde criança e, desde já, animada para tentar contribuir, trocar e, principalmente, aprender muito com vcs!

    Bjs e abraços apertados!!

  20. Estou felicíssima com a sua volta. Mal posso esperar pela sua linha de produtos de beleza.

  21. Uma felicidade te ver de volta!
    Minha estratégia nesse ano que passou foi bem semelhante, mas eu mantive a conta do Facebook só pra ter o prazer de ver todos os dias as memórias dos anos anteriores. Me trouxe alegria, como diria Marie Kondo. Entrava, recordava, saía sem olhar mais nada. Já no Instagram, quem começou a se exceder eu silenciei e foi lindo. Sobrevivemos todos.
    Muito sucesso nessa nova jornada, e não esquece de falar pra nós que passamos dos 40 e lutamos com a pele dia sim e dia também! 😘

  22. Ai, preciso fazer esse exercício de ver as noticias e não comentar e de ler os comentários, rebater comentários. É um desgaste de energia de de tempo.

  23. Ana Lúcia Garcia Responder

    Adorei te ver de volta Júlia ! Estarei esperando ansiosa seus cosméticos, se precisar de alguém com pele madura sem nenhum procedimento estético para testar fórmulas conte com sua admiradora de 63 anos .
    Que Deus abençoe seus novos caminhos 😘

  24. Sim 2018 foi um ano difícil no todo, nas redes estava demais… Infelizmente as pessoas estão super intolerantes, não houve espaço para o diálogo saudável. Mas acredito que desconectar ajuda muuuito a evitar o stress alheio, digo por experiência própria.

  25. Pensando pelo lado pessoal de que você fica com mais paz e mais saúde mental vale o negócio de não opinar, mas Júlia, a gente ama o Petit Comitê e a forma como você instiga as pessoas a pensarem sobre as coisas que estão acontecendo e não ficarem só olhando as coisas acontecerem sem fazer nada. Amo a sua sensatez e bom humor, vc é incrível <3 (Pode opinar quando quiser, a gente tá aqui contigo pra isso também♥)

  26. Amanda Nascimento Responder

    Ju! Que bom que está de volta ! <3

    em 2015 excluí meu facebook e em dezembro de 2018 excluí meu Insta. E para a minha surpresa estou vivendo muito bem sem todas aquelas informações, fotos e comentários ! é ótimo não ficar igual um zumbi com a cara no celular o dia todo. parece que meu dia tem mais horas até rsrs tenho tempo e disposição pra fazer outras coisas. Menos redes sociais e mais encontros de verdade. é assim que vai ser de agora em diante!

    estou ansiosa pra ver o que você está aprontando com a Sallve ! te desejo todo sucesso do mundo !

    abraço!

  27. Gostei demaaais do retorno e de todas as novidades que o acompanharam!
    Mas queria saber: existe a possibilidade de continuação do petit comitê ou de vídeos naquele formato?
    Por favor, pense com carinho sobre, gosto tanto dos vídeos. Acredito que não seja a única, né?! Inclusive, revi váaarios durante 2018!
    Feliz 2019! (Agora começou oficialmente hahaha)

  28. Julia, amei esse post. Tenho pensamentos bastante parecidos com você sobre redes sociais tóxicas, mantive meu facebook durante 4 anos sem postar nada, só acompanhando, mas sempre me fazia mal. Em meados de 2018 tive coragem pra me livrar dele definitivamente. Infelizmente o instagram tem seguido a mesma linha e para mim tem se tornado tão tóxico quanto é o facebook, já nem me sinto mais confortável para postar na minha página pessoal e acabei criando uma outra conta bem menor e restrita. Adorei de mais seu conteúdo e adorei que voltou. Faça as coisas no seu tempo. Abraços

  29. Rede social é um mar de coisas ruins e boas mesmo. Me sinto sufocada de informações vez ou outra e a vontade de mandar tudo à merda é grande. Que bom que você voltou, estava com saudades de acompanhar você. <3

  30. Leandro José Cabral Responder

    Facebook ainda tenho o perfil, mas, não da mais pra usar, não tenho paciência pra tanta bobagem que o povo fala lá. Uso mais Twitter pa ler informações também, mas raramente comento, pra não me irritar. Instagram entro pra falar com as pessoas e de vez em quando posto algo, mas geralmente entro para bater papo kkkkk…YouTube gosto muito ainda, passo horas assistindo vários tipos de conteúdo diferente. Acho que você tem razão, nem tudo precisamos comentar, assim a gente não fica tão estressado. Antigamente eu comentava tudo e discutia, hoje em dia, prefiro ficar em silêncio. Bjs! 😉

  31. Também iniciei um “detox” de redes sociais no finalzinho do ano passado. Postando menos sobre a vida pessoal, e deixando de acompanhar algumas pessoas e veículos. Resolvi mudar muitas coisas na vida real, e as alterações na “vida online” foram só um reflexo.
    Estou feliz de ver a diva da internet voltando, e curiosa para saber mais a respeito da linha de cosméticos. Principalmente após ver seu comentário na live com a Vic, falando sobre problemas de peles independentes de idade.
    Sucesso Julia !!!!!

  32. Entrei em 2019 com uma disposição bem proxima da sua. Preciso ficar tanto tempo conectada que, quando posso escolher, tenho optado por não ficar. Até meu sono melhorou quando passei a não responder email de trabalho aos fins de semana e só abrir mensagens 2 ou 3 vezes por dia. A gente esquece que o aplicativo diz ser de “mensagem instantânea” pelo envio da mensagem quase em tempo real, não pela resposta em qualquer lugar, a qualquer hora. Tem sido um exercício bem libertador.

  33. Comecei a fazer isso esse ano. Tudo se tornou tóxico pra mim nas redes sociais, principalmente depois de ter discutido e brigado tanto durante as eleições. Apaguei absolutamente tudo, mantive apenas um fake no Instagram pra seguir alguns perfis comerciais e alguns influencers que eu gosto. Também parei de opiniar; tento somente ler as notícias e tenho evitado ler comentários em qualquer foto, site, etc. Foi a melhor coisa que fiz. Não sinto falta de nada e até o momento, não penso em criar novas redes sociais.

  34. Fabiola Fernandes Responder

    Já tinha um tempo que eu estava sentindo que perdia muito tempo nesse buraco negro conhecido como redes sociais rss. Era um tempo que não estava me acrescentando em nada, pois conteúdo no isntagram é coisa rara. No final do ano viajei e decidi não levar a internet comigo, só vivi rssss, e depois de pensar um pouco no tempo que eu gastava sem fazer nada, abduzida, resolvi que seria melhor para mim não ter redes sociais instaladas no celular, instalei só no pc. Dessa forma, reduzi muito o tempo que uso, voltei a entrar mais em sites, a pesquisar assuntos que eu tenho interesse. acredito que já exista um tendência nesse sentido. Como não podia deixar de ser, a senhorita voltou na hora certa. bjuxxx

  35. Oi Júlia, que bom ter vc de volta!
    Há 3 anos abandonei Facebook, e no final de 2018 o Instagram. Como vc msm disse, estava tóxico demais. Cansei da sobrecarga de todas as influências. Tenho utilizado apenas redes de “criatividade” e informação, como Pinterest e YouTube. Busco o conteúdo que quero ver, surge de dentro de mim a necessidade. E isso tem sido libertador! Vc é uma referência que gosto de ter em muitos aspectos. Seu trabalho com conteúdo sempre me agrega! Que bom ter vc nessa nova fase, sua e minha! Sucesso!

  36. O exercício do silêncio só nos proporciona paz que muitas vezes procuramos fora….
    Que bom que voltou 😍
    Amei a ideia dos produtos de cuidados pra pele, serão sensacionais….
    Vai inspirar muita gente a se cuidar melhor ! Bjos

  37. Bem-vinda de volta Júlia! Senti muito sua falta em 2018, mas que bom que foi um ano de autoconhecimento e descanso para você!

  38. Petit comitê era muito amor!!!! Vemmm Lindos Poros!!! Estou radiante com sua volta Júlia!

Deixe um comentário