Estava lendo uma matéria no The Verge sobre uma pesquisa que indica que a nossa crescente falta de atenção e foco está contribuindo para a disseminação de notícias falsas na internet. Faz todo sentido. Há uns anos atrás li o livro “Geração Superficial: o Que a  Internet Está Fazendo Com Os Nossos Cérebros” do jornalista Nicholas Carr que explica que a enxurrada de informação, mais o habito de usar múltiplas telas está deixando as pessoas mais burras. De maneira bem simples: quanto mais informação curta, rápida e incompleta a gente consome, menos capacidade o cérebro tem de de absorver dados. Cada aba, anúncio, notificação e até link no meio de textos fazem o cérebro pensar no que deve fazer e isso atrapalha muito nosso foco. Coisas imperceptíveis como uma palavra com link (mesmo quando a gente não clica) já ativam essa conversa paralela e começam a dificultar a atenção. Nicholas explica que uma vez essa mudança acontece no cérebro não tem volta para o estado anterior. Mas dá pra gente exercitar e forçar a concentração de novo desligando multi telas, fechando abas e principalmente lendo textos mais longos. Meditação e exercícios básicos de concentração  também ajudam. Nunca foi tão importante aquela leitura no papel, sabe? Papel não tem links, nem nada piscando. Até exercício de caligrafia pode ajudar. Tudo para focar numa atividade só e se aprofundar nela. Ler nunca foi tão importante se pretendemos manter o bom funcionamento do raciocínio. Enquanto o cérebro humano demorou centenas de milhares de anos para ter a capacidade que tem hoje, em pouquíssimo tempo estamos destruindo isso. Parece bobagem agora, mas aposto que você que está lendo já deve ter sido interrompido por alguma coisa no meio deste texto.

16 Comentários

  1. Pollyana Voltolini

    Super difícil se concentrar hoje em dia né? Eu tô fazendo um curso de costura, são duas horas de puro hobbie, atividade gostosa de fazer, que adoro e aprendo um tanto de coisa nova. Passa 1 hora de aula e já tô pensando em pesquisar alguma coisa no celular, que sei que é um subterfúgio pra pegar o bichinho, pq a professora tá ali disponível pra responder por onde que encaixa o punho na camisa… um saco isso!!

  2. Excelente reflexão Júlia.
    Há uma preguiça generalizada em ler conteúdos com mais profundidade e isso gera pessoas com opiniões rasas ou mesmo sem opinião nenhuma.
    Tenho medo dessa nova geração que não lê livros e vive em redes sociais, alienadas de informações relevantes para o mundo.
    Amei que você tem escrito mais para o site, a sua opinião é muito importante e nos leva a pensar mais. Beijos

  3. Apoio totalmente essa sua fase com menos vídeos e mais posts. Vamos fazer esse povo voltar (ou começar) a ler!

  4. Por que os seus textos são tão curtos, Julia? Enquanto os da Inbar dariam um testamento…

  5. Rosa Elizabeth

    Juliaaaa,
    Muitas alegrias, saude, felicidades, amor na sua vida e que Deus lhe conceda muitos anos de vida!!!
    Parabens atrasado ne….srsrr
    E Kd o Manual ?????
    bjssssssssssssss

  6. Rosa Elizabeth

    Julia,
    Vc está bem ???
    Dei uma navegada e vi no twitter muita gente falando de sentir sua falta e até sobre crise…
    Espero que vc esteja bem.
    Seja lá o que esteja acontecendo pra não estarmos tendo os habituais manuais e petit comites que seja pra o teu Bem!
    Fica com Deus!
    bjs

  7. “Nunca foi tão importante aquela leitura no papel, sabe? Papel não tem links, nem nada piscando”. – Deu até um alívio ao ler isso. Ufaa… Esse excesso de chamadas com outros links, seja propaganda, outras matérias, vídeos no meio dos textos, é muito cansativo.

  8. Sim, eu lembrei que precisava entrar em outro site enquanto estava no meio da matéria…
    #JuliaVidente?

  9. Susana Monteiro

    Esse livro (“Geração Superficial”) é maravilhoso e assustador…

  10. Já cheguei a ler dois livros por semana! Ah…os anos oitenta…

  11. Eu fui percebendo bem essa mudança de comportamento da atenção com o passar dos anos e o avanço da internet e da tecnologia, oferecendo cada vez mais equipamentos e acessórios para nos plugar casa vez mais, e na mesma equivalência para nos abster da realidade. Tudo ficou mais rápido e mais simples, pra ser absorvido de imediato. Até em novelas a linguagem é outra. Se vc pegar uma novela dos anos 80 ou 90 e colocar pra alguém assistir no formato original, a pessoa perde o interesse em instantes. O tempo de diálogo era outro, as edições eram menos picotadas, os diálogos eram mais consistentes. Cito novela prq ela reflete bastante a nossa cultura e o comportamento. Hoje em dia tudo se tornou leitura dinâmica. Das rádios q cada vez mais encurtam as músicas da programação; da TV q cada vez mais espreme seu conteúdo; dos portais q resumem matérias em uma manchete de no máximo 8 palavras, até matérias que só informam aquilo que a maioria das pessoas querem ler (se lerem); o trabalho que cada vez exige mais em menos tempo, às jornadas de trabalho que se multiplicam a cada nova década… E o resultado é sua atenção sendo consumida e esgotada antes mesmo de ser ativada. Eu percebo isso ao conversar com as pessoas. Vc consegue ter uma conversa fluida com alguém hoje em dia? Digo… formular uma idéia e expor seu raciocínio para dar uma conclusão compreensível? Ter tempo para ouvir e ser ouvido? Eu não. Ou se vomita um pensamento em um folego só, ou as pessoas se viram pra outras, mudam o assunto, se dispersam no celular, na filha q grita, no marido q chama sem parar, na amiga q pergunta se gostou do cabelo, do cachorro q late, etc… Ou tudo é 130 caracteres ou vídeos de 1 minuto do YouTube, ou é nada. Estão todos tão desprovidos de atenção q nem a memória existe mais. Um acontecimento hoje é esquecido amanhã. Vc conta algo agora, daqui 10 minutos a pessoa está lhe perguntando a mesma coisa. Está complicado. Não é à toa q escrevo muito, prq falar hoje parece não fazer mais sentido.

  12. Leandro José

    Arrasou! Exatamente, hoje em dia tenho mais dificuldade de me concentrar, acho que tecnologia demais atrapalha se a gente não sabe usar. Cheguei a um ponto que peguei ódio até do toque do celular, tanto que fica o tempo todo no silencioso. WhatsApp já pensei em excluir mil vezes. Me irrita porque tira minha atenção. Obrigado pela excelente reflexão. Saudades dos seus vídeos. Tenha uma linda semana. E nada tirou minha atenção enquanto lia seu texto. ????

  13. Coisa boa “te ler”. Embora ame os vídeos, acabo não conseguindo acompanhar e tenho alguns ainda por ver. Sinto falta de “ler”. Continue! E volte com os vídeos quando sentir vontade. Vídeos vazios, só pra seguir cronograma de postagem, tem aos montes, e não é nada, nada especial. ♥
    Beijos